ALECE POPUP
Prefeitura de Russas Topo
Saúde

Prevenção de infecção do trato urinário é foco de pesquisa desenvolvida pelo HRC em parceria com universidade

Equipe reunida para alinhamento das etapas da pesquisa O Hospital Regional do Cariri (HRC), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) em Juaze...

20/06/2024 22h47
Por: Kennedy Linhares
Fonte: Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

Equipe reunida para alinhamento das etapas da pesquisa

OHospital Regional do Cariri (HRC), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) em Juazeiro do Norte, firmou parceria com ocurso de Enfermagem da Universidade Regional do Cariri (URCA)para o desenvolvimento da pesquisa“Nível de conhecimento e habilidade técnica na prevenção de Infecção do Trato Urinário”. De acordo com a coordenadora do Centro de Estudos do HRC, Anna Philomena de Alencar, a parceria tem como propósito integrar o ensino e o serviço, além de fortalecer as práticas de educação permanente no HRC.

Iniciativa está sendo desenvolvida pelo Centro de Estudos do HRC, professores de instituições de ensino superior, e alunos da URCA, tanto do mestrado, quanto da graduação em Enfermagem. “Por meio dessa parceria com a instituição de ensino, conseguimos alinhar melhor o planejamento, atrelando a pesquisa científica ao fortalecimento dos processos avaliativos de treinamentos”, explica a enfermeira do Centro de Estudos do HRC e uma das pesquisadoras à frente do projeto, Raquel Nicodemos.

A proposta consiste em identificar o grau de conhecimento e as habilidades técnicas de enfermeiros e técnicos de enfermagem do HRC na prevenção de Infecção do Trato Urinário (ITU) antes e após ações educativas.

Para alcançar os objetivos estabelecidos, serão observadas as estratégias já utilizadas pelas equipes de Enfermagem na prevenção de infecções e, posteriormente, vão ser realizados treinamentos com os profissionais, abordando o protocolo de prevenção de ITU.

Dessa forma, serão constatadas as oportunidades de melhorias em relação à adesão dos trabalhadores aos protocolos preventivos, possibilitando aperfeiçoar a assistência à saúde.

Segurança do paciente

O estudo, com previsão de conclusão para setembro de 2024, pode ter impacto direto na segurança do paciente no que se refere às Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS), mais especificamente à ITU. Esta é uma das infecções bacterianas mais comuns entre os adultos, principalmente em mulheres.

Em unidades hospitalares, a ITU costuma ocorrer por conta da utilização de cateteres e pelo sistema imunológico comprometido dos pacientes, o que os tornam mais suscetíveis a essas infecções.

“Com esse projeto, queremos entender as dificuldades na adesão do protocolo estratégico de prevenção de infecções. E trabalhando em cima desse fortalecimento, pretendemos reduzir os casos de infecções do trato urinário. Além disso, estaremos fortalecendo cada vez mais o processo da Educação Permanente e os resultados estratégicos do hospital sobre as Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde”, ressalta Raquel Nicodemos.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias